Modelo Assistencial

Importância da jornada do parto adequado

DRG Brasil
Postado em 28 de outubro de 2022 - Atualizado em 28 de setembro de 2023

A jornada do parto adequado precisa ser segura, eficiente e oferecer a melhor experiência possível para a gestante com o objetivo de garantir uma vivência positiva para o paciente e toda a sua família.

O período gestacional costuma despertar vários sentimentos e expectativas dos futuros papais. Durante os nove meses, duração regular de uma gestação, o corpo da mulher apresenta uma série de mudanças, assim como seu psicológico. 

Aqui, o suporte médico se faz primordial a fim de garantir desde a assistência completa neonatal até a continuidade de cuidados adequados pós-alta dos pacientes. No pré-natal, o acompanhamento de um profissional permite a detecção precoce de possíveis riscos gestacionais, controlando a saúde de mãe e bebê para uma gravidez sem intercorrências.

Confira neste artigo o que é a jornada do parto adequado, como caracterizar um parto seguro, as contribuições que as instituições de saúde podem fazer para isso acontecer, quais medidas adotar para garantir a experiência positiva de gestantes e puérperas e o poder da inteligência artificial e analytics para melhoria da governança clínica e experiência positiva dos pacientes!

O que é a jornada do parto adequado?

A jornada do parto adequado é aquela que tem como foco a segurança e a condição médica da mãe e de seu bebê, levando em conta os cuidados apropriados, no momento certo, e assegurando a qualidade assistencial durante todo o período de gestação. 

O movimento Parto Adequado surgiu como iniciativa da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) com o intuito de tornar possível o acesso à informação para que a escolha do parto seja o mais adequado à saúde do bebê e da mãe. 

O projeto foi desenvolvido em parceria com o Hospital Israelita Albert Einstein e o Institute for Healthcare Improvement (IHI), com o apoio do Ministério da Saúde, que tem como base movimentar a discussão acerca de modelos inovadores de atenção ao parto.

Sendo assim, a ideia é sustentar a gestante em todas as etapas da gestação, que são:

Pré-natal

Nesta etapa, todos os preparativos para um parto adequado são realizados. Uma equipe multidisciplinar deve aprovar uma estrutura e recursos para os cuidados centrados na mulher grávida e no bebê. 

Em todas as comunicações com a mãe expectante, é essencial que ela seja informada sobre as vantagens do parto vaginal. Também é sugerida a criação de um canal de atendimento, uma escuta que consiga tirar dúvidas das gestantes durante os 7 dias da semana, 24 horas por dia.

Chegada (Parto)

Os hospitais devem fornecer circunstâncias ideais para partos vaginais e cesárea, incluindo admissão e padrões de trabalho, uso eficaz de medicação para dor e seu controle. Todos os dias e a cada hora, eles devem certificar-se de que uma equipe multidisciplinar esteja acessível.

Desfecho (Puerpério)

As recomendações a respeito do período do puerpério devem ser repassadas à gestante durante o pré-natal. As operadoras de saúde devem estimular a participação ativa da família, o incentivo a amamentação e a criação de processos de acompanhamento de mães e bebês, que envolvam acompanhamento mental da puérpera e informações sobre cuidados com o recém-nascido, tais como manejo de engasgo, acompanhamento com pediatra e imunizações.

Como caracterizar um parto seguro?

As características de um parto seguro envolvem fatores essenciais como a redução de eventos perinatais adversos, uso racional de recursos e também a redução da permanência hospitalar além da necessidade.

Com a pandemia da Covid-19, as gestantes e puérperas foram integradas ao grupo de risco e, com esse aviso, as instituições de saúde precisaram se adequar para oferecer tratamento e uma equipe multidisciplinar de profissionais adequada a esse cenário, uma vez que o parto pode se tornar desafiador. 

Além disso, a caracterização de uma jornada de parto seguro se faz por meio dos seguintes elementos e cuidados:

  • saúde dos pacientes (gestante e bebê);
  • humanização no atendimento/parto;
  • boa experiência do paciente;
  • aumento da segurança assistencial;
  • evitamento de prematuridade;
  • evitamento de cesarianas (que não tenham indicação clínica).

Como as instituições de saúde podem contribuir para a jornada do parto adequado seguro?

O primeiro e mais importante fator é: priorizar a todo custo a integridade física e psicológica da gestante e do bebê de modo que a realização de parto seja mais segura, rápida e eficiente.

Outro ponto elementar é que, as instituições de saúde devem evitar ao máximo reinternações desnecessárias, como às provenientes de falhas em quaisquer um dos processos ou mesmo técnicas.

Aliás, o próprio Programa Parto Adequado preza por oferecer às mulheres e aos bebês o cuidado certo e adequado, na hora certa, ao longo de toda a gestação. Para isso, o principal pilar é valorizar o parto normal e reduzir o percentual de cesarianas sem indicação clínica na saúde suplementar.

Portanto, instituições de saúde podem contribuir para a jornada do parto seguro seguindo a cartilha do Programa Parto Adequado da ANS

Segurança do paciente: como garantir a experiência positiva de gestantes e puérperas 

A jornada do parto é subdividida pelas três fases citadas ao longo deste conteúdo e é necessário que a instituição de saúde dê o devido apoio à paciente em todas elas.

De maneira prática, hospitais e operadoras têm o dever de assegurar que a estrutura esteja adequada com profissionais em prontidão para iniciar os cuidados à gestante.

No caso das puérperas, é fundamental que a instituição dê apoio psicológico ao paciente e estimule os cuidados ao bebê, como amamentação, e envolvimento da família no processo, se necessário.

A depressão pós-parto é uma doença que acomete 1 a cada 4 mulheres, de acordo com dados levantados pela OMS. Logo, é importante que haja um acompanhamento de qualidade próximo de psicólogos/psiquiatras para que as pacientes consigam se recuperar física e mentalmente.

Inteligência artificial e analytics para melhoria da governança clínica e experiência positiva dos pacientes

Os recursos de inteligência artificial e analytics da plataforma Valor Saúde Brasil são capazes de transformar dados gerenciais e econômicos e voltá-los para a saúde da gestante e do bebê a fim de garantir que a experiência deles seja a melhor possível durante todas as fases da gestação.

O objetivo da ferramenta é otimizar a gestão clínica e minimizar erros técnicos, melhorando assim o atendimento ao paciente.

Tendo em vista que a maternidade é o investimento de maior impacto social e melhor retorno econômico de um sistema de saúde, a plataforma traz melhorias não só para o trabalho do profissional e experiência do paciente, mas também à estrutura financeira da organização como um todo.

Além disso, outros benefícios práticos são: 

  • transformação da jornada do binômio mãe-filho;
  • garantir a centralidade nos resultados assistenciais;
  • assegurar qualidade assistencial aos pacientes;
  • reduzir custos assistenciais decorrentes das cesarianas desnecessárias;
  • aumentar o acesso à saúde;
  • melhorar a experiência do paciente e de sua família.

O parto adequado é importante pois garante que a paciente possa conceber em total segurança, com apoio e acompanhamento especializado em todas as etapas da gestação, defendendo o seu direito de acesso à saúde.

No fim, a jornada do parto adequado é caracterizada pela humanização no atendimento e realização dos procedimentos necessários com foco na experiência positiva dos pacientes.

Clique aqui para assistir a palestra do Dr. Frederico Peret, superintendente da Maternidade Unimed-BH, e entenda como a plataforma Valor Saúde Brasil proporciona a melhoria da eficiência assistencial da instituição.

Acompanhe novos conteúdos no Blog Valor em Saúde e mantenha-se atualizado! 


Créditos/ Imagens

Imagem destacada: PeopleImages via iStock

Imagem do meio do conteúdo: Hallohuahua via iStock

Posts Relacionados

Tempo de espera do paciente: como diminuir

Modelo Assistencial
23 de maio de 2024
leia agora

Como aumentar a produtividade de equipes assistenciais em hospitais?

Modelo Assistencial
16 de maio de 2024
leia agora

Hospital Santo Antônio usa DRG Brasil para melhorar atendimento nas linhas de cuidado de pacientes com asma e sepse

Modelo Assistencial
3 de maio de 2024
leia agora
QMS Certification

Creative Commons

Direitos autorais: CC BY-NC-SA
Permite o compartilhamento e a criação de obras derivadas. Proíbe a edição e o uso comercial. É obrigatória a citação do autor da obra original.


(31) 3241-6520 | grupoiagsaude@grupoiagsaude.com.br

Creative Commons

Direitos autorais: CC BY-NC-SA
Permite o compartilhamento e a criação de obras derivadas. Proíbe a edição e o uso comercial. É obrigatória a citação do autor da obra original.

Os Termos de Uso e a Política de Privacidade deste site foram atualizados em 05 de abril de 2021. Acesse:
© ‎Grupo IAG Saúde® e DRG Brasil ® - Todos os direitos são reservados.
Logo Ingage Digital