Modelo Assistencial

Como aumentar a produtividade de equipes assistenciais em hospitais?

DRG Brasil
Postado em 16 de maio de 2024

A busca pela alta produtividade nas equipes assistenciais de hospitais é um desafio constante. A pressão para oferecer um atendimento eficiente e de qualidade é cada vez maior, especialmente em um ambiente onde o tempo e os recursos são limitados. 

Como garantir que as equipes alcancem todo seu potencial sem comprometer a excelência no cuidado aos pacientes? 

Neste artigo, exploraremos estratégias e práticas essenciais para aumentar a produtividade das equipes assistenciais em hospitais, destacando a importância de considerar a remuneração baseada em valor como um impulsionador fundamental desse processo.

O que é produtividade?

Produtividade não se resume apenas à quantidade de trabalho realizado, mas sim à eficiência e qualidade das tarefas executadas dentro de um período determinado. Envolve fazer mais em menos tempo, utilizando os recursos disponíveis de forma inteligente.

Essa distinção é fundamental: produção refere-se simplesmente à criação de algo, enquanto produtividade está relacionada ao aumento dessa produção. Ser produtivo significa gerenciar o tempo de maneira eficaz, priorizando tarefas com base em urgência e não apenas em complexidade.

Em essência, a produtividade é alcançar alto desempenho no trabalho, realizando um planejamento eficiente para executar o máximo de atividades possível em menos tempo e com menos recursos, sem comprometer a qualidade. Não se trata de trabalhar sem parar, mas sim de gerenciar o tempo de forma inteligente e eficaz.

Por que é importante considerar a produtividade das equipes assistenciais em hospitais?

A produtividade das equipes assistenciais em hospitais é crucial para garantir a eficiência e a qualidade do atendimento prestado aos pacientes. 

Ademais, a produtividade também está diretamente ligada à eficácia dos processos hospitalares. A taxa de produtividade é um indicador fundamental nesse contexto, pois revela se os processos estão sendo executados de maneira eficiente ou se precisam ser otimizados. 

Para calcular essa taxa, é necessário mensurar o tempo, o custo, a qualidade do serviço ou produto e a satisfação do consumidor, fornecendo insights valiosos para a gestão hospitalar na busca por melhorias contínuas.

Como a remuneração baseada em valor impacta diretamente na produtividade em hospitais?

A remuneração baseada em valor é um método de remuneração que prioriza os resultados. Ao invés de salários fixos ou pagamentos por hora, a recompensa está ligada à entrega de valor em saúde.

Portanto, essa abordagem busca equilibrar a satisfação do paciente com diversos aspectos, como a qualidade da experiência assistencial, a eficácia dos tratamentos e a gestão adequada dos custos ao longo do processo de cuidado.

Esse sistema motiva médicos e instituições de saúde a buscar resultados positivos para os pacientes, e pode ser adaptado conforme as necessidades específicas de cada hospital, incluindo aqueles do Sistema Único de Saúde (SUS).

O sistema de remuneração baseada em valor traz vantagens significativas para hospitais, profissionais e pacientes. Vejamos:

  1. Redução de glosas: Ao incentivar a entrega de resultados assistenciais eficazes, esse modelo reduz discrepâncias nas cobranças, minimizando as negações de pagamento pelos planos de saúde devido a divergências na cobertura ou documentação.
  2. Impacto financeiro positivo: Ao vincular o lucro ao valor entregue, o modelo promove eficiência e controle de desperdícios, incentivando a produtividade da equipe para oferecer serviços de maior qualidade, resultando em benefícios financeiros para o hospital.
  3. Estímulo à economia compartilhada: Incentiva a colaboração entre profissionais de saúde e planos de saúde para alcançar os melhores resultados, aumentando a eficiência e a qualidade do atendimento e aprimorando a experiência do paciente.
  4. Controle do aumento da sinistralidade: Ao promover resultados eficientes, reduz a necessidade de procedimentos desnecessários, controlando o aumento dos custos gerais dos planos de saúde.
  5. Melhoria da qualidade assistencial: Ao priorizar a entrega de resultados de alta qualidade em vez de focar apenas no volume de atendimento, o modelo promove uma melhor experiência do paciente e resultados mais positivos em saúde.

A plataforma Valor Saúde Brasil by DRG Brasil + Inteligência Artificial é uma ferramenta tecnológica indicada para instituições de saúde interessadas em adotar o modelo remuneratório baseado em valor.

Por meio do Analytics integrado, a plataforma permite identificar as prioridades das instituições de saúde com base em quatro objetivos assistenciais essenciais: uso eficiente de leitos hospitalares, redução de condições adquiridas no hospital, minimização de readmissões não planejadas e controle de internações sensíveis à atenção primária. 

Essas informações capacitam as instituições a agirem de maneira mais eficaz.

Além disso, a plataforma oferece modelos preditivos de desfechos esperados para a população atendida, usando Inteligência Artificial. Esses modelos são úteis para antecipar resultados e planejar estratégias de intervenção.

A plataforma fornece uma variedade de indicadores de valor, incluindo taxas de internações por condições sensíveis à atenção primária, taxas de readmissão em 30 dias, incidência de condições adquiridas graves, taxa de mortalidade intra-hospitalar, tempo de permanência ajustado pela complexidade assistencial, Índice de Case Mix (ICM) e a experiência positiva do paciente, baseada em pesquisas aplicadas.

Com a plataforma Valor Saúde Brasil, as instituições de saúde podem monitorar o desempenho da equipe de forma abrangente e identificar áreas de melhoria com facilidade.

Dicas para aumentar a produtividade da equipe assistencial de hospitais

A busca pela alta produtividade nas equipes assistenciais de hospitais é fundamental para garantir o melhor atendimento aos pacientes. Para alcançar esse objetivo, é essencial adotar algumas estratégias e práticas que otimizem o desempenho dos profissionais. Aqui estão algumas dicas valiosas:

Organize a rotina e elabore planos de ação

Comece gerenciando a rotina de trabalho da equipe, planejando as atividades diárias e estabelecendo prioridades. Elabore um plano de ação detalhado, atribuindo responsabilidades e acompanhando a execução das tarefas.

Defina metas e indicadores de produtividade

Estabeleça metas claras e compartilhe-as com a equipe, juntamente com indicadores de desempenho para monitorar a produtividade. Isso ajuda a identificar áreas de melhoria e a manter todos focados nos objetivos.

Implemente a gestão do tempo

Utilize técnicas de gestão do tempo, como a técnica Pomodoro, para melhorar a produtividade e evitar a procrastinação. Estabeleça prazos para as tarefas e permita pausas regulares para evitar a fadiga mental.

Estimule a comunicação aberta

Promova uma cultura de comunicação aberta e bidirecional, onde os membros da equipe possam compartilhar ideias, tirar dúvidas e fornecer feedback. Isso ajuda a evitar falhas na comunicação e a manter todos alinhados.

Motive a equipe com recompensas e benefícios

Reconheça e recompense o bom desempenho da equipe com incentivos financeiros, oportunidades de crescimento e outros benefícios. Isso aumenta a motivação e o engajamento dos colaboradores.

Crie um bom ambiente de trabalho

Garanta que o ambiente de trabalho seja tranquilo, limpo e organizado, proporcionando as condições ideais para o foco e a concentração. Invista em uma infraestrutura adequada para apoiar o trabalho da equipe.

Invista na qualificação e treinamento

Promova o desenvolvimento profissional da equipe por meio de treinamentos e capacitações que atendam às necessidades específicas de cada membro. Isso aumenta a competência e a confiança dos colaboradores em suas funções.

Implemente a remuneração baseada em valor

A remuneração baseada em valor é um modelo de pagamento que se concentra em recompensar resultados. Em vez de cálculos por hora ou salário fixo, a recompensa é determinada pela entrega de valor em saúde.

Esse modelo incentiva médicos e hospitais a alcançarem bons resultados para os pacientes, focando na experiência assistencial, tratamentos adequados e custos sustentáveis.

Ao adotar a remuneração baseada em valor, os hospitais podem estimular a entrega de resultados de alta qualidade, promovendo uma melhor experiência do paciente e resultados mais positivos de saúde.

Conclusão

A produtividade é um aspecto crucial para garantir a eficiência e qualidade do atendimento nas equipes assistenciais de hospitais. Ao considerar estratégias como a remuneração baseada em valor, é possível incentivar um ambiente de trabalho que valoriza a excelência e estimula a busca por melhores práticas. 
Confira nosso artigo para continuar explorando como promover a eficiência operacional em hospitais.


Imagem/capa: Wavebreakmedia by iStock

Posts Relacionados

Tempo de espera do paciente: como diminuir

Modelo Assistencial
23 de maio de 2024
leia agora

Hospital Santo Antônio usa DRG Brasil para melhorar atendimento nas linhas de cuidado de pacientes com asma e sepse

Modelo Assistencial
3 de maio de 2024
leia agora

Codificação clínica: o que é e qual a real importância?

Modelo Assistencial
3 de maio de 2024
leia agora
QMS Certification

Creative Commons

Direitos autorais: CC BY-NC-SA
Permite o compartilhamento e a criação de obras derivadas. Proíbe a edição e o uso comercial. É obrigatória a citação do autor da obra original.


(31) 3241-6520 | grupoiagsaude@grupoiagsaude.com.br

Creative Commons

Direitos autorais: CC BY-NC-SA
Permite o compartilhamento e a criação de obras derivadas. Proíbe a edição e o uso comercial. É obrigatória a citação do autor da obra original.

Os Termos de Uso e a Política de Privacidade deste site foram atualizados em 05 de abril de 2021. Acesse:
© ‎Grupo IAG Saúde® e DRG Brasil ® - Todos os direitos são reservados.
Logo Ingage Digital