Modelo Assistencial

Medicina 4P e Inteligência Artificial DRG Brasil: veja como melhoram a assistência ao paciente

DRG Brasil
Postado em 17 de abril de 2020 - Atualizado em 27 de julho de 2020

Antes de continuar lendo... Que tal fazer o download do aplicativo DRG Brasil Inteligência Artificial?

O modelo proativo de assistência à saúde é o foco da Medicina 4P. Com o objetivo de relacionar a tecnologia ao cuidado humanizado, essa é a alternativa para fornecer uma atenção hospitalar mais segura. Para isso, é preciso contar com a Inteligência Artificial (IA).

O propósito é unir os recursos da ferramenta para uma assistência médica personalizada. É uma mudança de paradigma de gerenciamento. Afinal, são obtidos melhores resultados assistenciais, melhoria da experiência do paciente e redução dos desperdícios.

Descobertas e inovações em biologia molecular e inteligência artificial determinaram uma revolução assistencial no século XXI. Essa é uma abordagem que muda de modo radical a maneira como a assistência é gerenciada e a medicina é praticada.

Essas inovações ainda são capazes de simplificar a complexidade da assistência ao paciente e torna possível a nós, seres humanos, entregarmos o cuidado certo para a pessoa adequada e no momento oportuno.

Como relacionar a Medicina 4P à IA para alcançar um modelo assistencial melhor? É o que vamos ver neste artigo. Confira!

Os pilares da Medicina 4P

A Medicina 4P é um modelo assistencial focado na promoção da saúde e no gerenciamento de riscos do paciente. O objetivo é evitar o surgimento de doenças e complicações relacionadas à assistência. Para alcançar esse patamar, ele segue 4 pilares. Veja quais são eles.

Predição

O foco é detectar em que grupo de risco os pacientes estão e qual é a probabilidade de desenvolver problemas futuros.

Personalização

O objetivo é reunir as informações necessárias sobre o indivíduo para tomar decisões sobre tratamentos e medidas preventivas focadas no paciente.

Prevenção

O objetivo é manter a qualidade de vida dos pacientes. Aqui, a Inteligência Artificial tem o objetivo de coletar informações para deter o surgimento de doenças e complicações relacionadas. Assim, a vida dos pacientes é preservada.

Participação

A Medicina 4P tem como proposta engajar a equipe médica com o paciente e sua família em prol de um cuidado colaborativo, humanizado e seguro.

De maneira geral, os pilares da Medicina 4P mostram que, cada vez mais, é necessário estabelecer uma aliança entre a saúde digital (high tech) e a humanizada (high touch). Por meio dessa inovação, a complexidade da assistência ao paciente é simplificada e ele recebe os cuidados certos na hora correta.

Em vez de tratar apenas a doença já instalada, ele é inserido em uma jornada clínica, que leva à entrega de valor e melhora a sua saúde de forma integral. 

A Inteligência Artificial DRG Brasil

As operadoras e hospitais precisam contar com uma ferramenta apropriada para estabelecer a Medicina 4P. O controle manual dos dados é inviável, já que ultrapassa a capacidade cognitiva humana. É aqui que surge a Inteligência Artificial DRG Brasil.

Ela realiza uma gestão de risco 4P, que tem os mesmos pilares da Medicina já citada. Veja como é feita a relação:

Predição 

A metodologia da IA DRG Brasil é preditiva, porque emite alerta para presença do risco antes da ocorrência do evento. Ela identifica os riscos individuais de desenvolvimento de eventos adversos. Entre eles estão:

  1. de óbito;
  2. de ter condições adquiridas graves infecciosas e não infecciosas;
  3. de ter condições inerentes ao idoso frágil;
  4. de readmissão.

Essa predição deve ser modificada à medida que novos riscos são identificados em tempo real.

Personalização

A metodologia da IA DRG Brasil é personalizada, porque identifica e mede a intensidade do risco, de acordo com a criticidade clínica e os procedimentos hospitalares realizadas por indivíduo. Esses aspectos determinarão um grau variável de risco.

Ele deve ser ajustado às mudanças sofridas pelo paciente ao longo de sua jornada de internação. A adequação permitirá uma regulagem das intervenções preventivas. Com isso, a proporcionalidade do cuidado é viabilizada.

Prevenção 

A metodologia da IA DRG Brasil é preventiva, porque age para gerenciar o risco e evitar desfechos indesejados. Tendo detectada a presença e a intensidade do risco, a partir da criticidade clínica e dos procedimentos realizados por paciente, é necessário aplicar pacotes de cuidados para modificá-lo. Assim, os resultados são modificados.

Participação 

A metodologia da IA DRG Brasil é participativa, porque constrói o engajamento de todos no cuidado, tendo como centralidade o paciente. Aqui, estão incluídos:

  • equipes assistencial e administrativa do hospital;
  • operador do sistema de saúde;
  • família;
  • cuidador;
  • paciente.

Esses entes têm acesso ao checklist de cuidados necessários para garantir a segurança assistencial do paciente. Além disso, comunicam-se dentro do app em um chat semelhante ao WhatsApp.

Desse modo, é colocada em prática a transformação digital na saúde, com foco no máximo de assistência ao paciente. De quebra, você ainda melhora a qualidade do atendimento, já que está no centro das ações tomadas. 

É assim que a inteligência artificial do DRG Brasil transforma a experiência durante a jornada hospitalar e implementa a Medicina 4P com o objetivo de garantir a alta segura com o cuidado coordenado.

Achou interessante? Assista ao vídeo em que o Diretor Executivo do DRG Brasil, Breno Duarte, explica o passo a passo para utilização do aplicativo DRG Brasil IA, usado para alta segura, codificação pela equipe assistencial à beira leito, predição de riscos e de permanência.

Posts Relacionados

Regulação e auditoria em saúde: a importância para a entrega de valor na assistência

Modelo Assistencial
20 de maio de 2022
leia agora

Imprensa mineira destaca Parceria QualificaSUS para atendimento ao Valora Minas

Modelo Assistencial
19 de maio de 2022
leia agora

Figital: saiba como o modelo se aplica à área da saúde

Modelo Assistencial
19 de maio de 2022
leia agora

(31) 3241-6520 | grupoiagsaude@grupoiagsaude.com.br

Creative Commons

Direitos autorais: CC BY-NC-SA
Permite o compartilhamento e a criação de obras derivadas. Proíbe a edição e o uso comercial. É obrigatória a citação do autor da obra original.

Os Termos de Uso e a Política de Privacidade deste site foram atualizados em 05 de abril de 2021. Acesse:
© ‎Grupo IAG Saúde® e DRG Brasil ® - Todos os direitos são reservados.
Logo Ingage Digital