Covid19

O cenário pós Covid-19 e a participação fundamental do DRG

DRG Brasil
Postado em 16 de abril de 2020 - Atualizado em 10 de julho de 2020

O cenário pós pandemia Covid-19 será mesmo desafiador. Retração econômica significativa, encolhimento da Saúde Suplementar e consequente crescimento de usuários no SUS. Como entusiasta da metodologia DRG, vejo oportunidades de aplicação em ambos os lados da equação.

No setor de Saúde Suplementar será primordial a contenção dos custos, pois teremos provavelmente uma base de arrecadação de recursos significativamente menor ao mesmo tempo em que os hospitais e operadoras diminuíram a execução de procedimentos eletivos e de maior rentabilidade, já enfrentando dificuldades durante a crise.

A governança clínica, o controle de custos e a eliminação de desperdícios serão fundamentais para a sobrevivência dos serviços de saúde nesse cenário.

Além disso, podemos esperar um mercado ainda mais competitivo, sendo a entrega de valor (eficiência clínica + custos enxutos + experiência do cliente) bem como a capacidade de demonstrar esses resultados em comparação com outras instituições, cruciais para a sobrevivência das organizações de saúde.

É certo que os financiadores do sistema irão buscar parceiros que consigam entender e entregar valor em saúde.

Pelo lado do Sistema Público, teremos um aumento de demanda em um sistema já sobrecarregado, sem que haja ampliação de financiamento.

Mais uma vez, a metodologia DRG no Brasil será fundamental para maximização dos recursos disponíveis, melhorando a eficiência na gestão de leitos ao reduzir a permanência desnecessária. Além de garantir segurança assistencial por meio de monitoramento e prevenção de eventos adversos, minimizando com isso os impactos nos custos hospitalares.

A tomada de consciência do papel da urgência e da atenção primária pelos gestores do sistema também será relevante na prevenção de um colapso, devendo chamar para si a função do principal realizador de diagnóstico e tratamento.

Nossos Sistemas de Saúde precisarão ser mais eficientes do que jamais foram para sobreviverem e para serem capazes de realmente cuidar de forma efetiva dos nossos pacientes.


Dr. Wilton Braga de Oliveira Júnior é Diretor Técnico do Centro Materno Infantil de Contagem e pós-graduando em “DRG do Brasil – Gestão de Sistemas de Saúde” pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais.

Posts Relacionados

Nenhum post relacionado até o momento


(31) 3241-6520 | grupoiagsaude@grupoiagsaude.com.br

Creative Commons

Direitos autorais: CC BY-NC-SA
Permite o compartilhamento e a criação de obras derivadas. Proíbe a edição e o uso comercial. É obrigatória a citação do autor da obra original.

Os Termos de Uso e a Política de Privacidade deste site foram atualizados em 05 de abril de 2021. Acesse:
© ‎Grupo IAG Saúde® e DRG Brasil ® - Todos os direitos são reservados.
Logo Ingage Digital