Modelo Assistencial

Desvendando as 6 Metas Internacionais de Segurança do Paciente

DRG Brasil
Postado em 6 de dezembro de 2023

As 6 Metas Internacionais de Segurança do Paciente emergem como diretrizes fundamentais na busca por ambientes clínicos seguros e eficazes.

Mas afinal, o que são essas 6 metas internacionais e como elas se traduzem no dia a dia de uma instituição de saúde? Este artigo propõe uma jornada de desvendamento, mergulhando nas nuances de cada meta, revelando práticas e insights que buscam fortalecer a base de confiança no cuidado médico.

O que são as 6 metas internacionais do paciente?

A Organização Mundial da Saúde (OMS) destaca a importância das organizações de saúde concentrarem seus esforços nas 6 metas Internacionais de Segurança do Paciente. Estas metas visam assegurar um ambiente seguro tanto para os pacientes e seus familiares quanto para os profissionais de saúde.

A seguir, listamos e explicamos as seis metas internacionais:

Meta 1: Identificação Correta do Paciente

A Identificação Correta do Paciente é o primeiro passo para garantir um ambiente seguro. Este cuidado visa especificar a identidade da pessoa que está recebendo atendimento, serviço ou procedimento. 

No hospital, a identificação é realizada por meio de informações como o nome do paciente, data de nascimento e nome da mãe, presentes na pulseira de identificação branca e na placa colocada próxima à cama do paciente. 

Adicionalmente, pulseiras coloridas são utilizadas para destacar situações específicas, como risco de queda ou alergias a medicamentos.

Para contribuir com a segurança, é crucial que pacientes e familiares verifiquem regularmente as informações na pulseira branca, evitem a remoção das pulseiras de identificação e solicitem a confirmação da identificação antes de procedimentos importantes.

Meta 2: Comunicação Efetiva

A Comunicação Efetiva é fundamental para a segurança no ambiente hospitalar. Ela envolve uma comunicação clara, objetiva, completa e compreensível entre profissionais de saúde, pacientes e familiares

No hospital, isso abrange situações como passagem de plantão, transferências internas e externas, emergências, divulgação de resultados e esclarecimento sobre a condição de saúde do paciente.

Para contribuir com a eficácia da comunicação, pacientes e familiares devem garantir que entenderam as informações fornecidas, fazer perguntas quando necessário e buscar esclarecimentos sempre que houver dúvidas.

Meta 3: Melhorar a Segurança dos Medicamentos

Essa meta tem como foco a prevenção de danos associados à administração de medicamentos, especialmente aqueles considerados de alta vigilância. No hospital, o sistema informatizado conta com alertas nas prescrições médicas, e a checagem no preparo e administração envolve a participação de dois colaboradores.

Para assegurar a segurança, é essencial que pacientes e familiares participem do processo, esclarecendo dúvidas e garantindo a conferência das informações nas pulseiras de identificação com a prescrição médica.

Meta 4: Cirurgia Segura

A Cirurgia Segura envolve a implementação de medidas para reduzir os riscos de eventos adversos antes, durante e após procedimentos cirúrgicos. O uso de uma lista de checagem é essencial para garantir a execução adequada do procedimento.

Contribuindo para a segurança, pacientes e familiares devem verificar se o local da cirurgia foi marcado antes da anestesia e se há confirmação verbal da identificação do paciente e do procedimento cirúrgico com a equipe.

Meta 5: Reduzir o Risco de Infecções Associadas aos Cuidados

Essa meta foca na prevenção e redução de riscos de infecções relacionadas a procedimentos hospitalares. Pacientes e familiares desempenham um papel vital ao esclarecer dúvidas, higienizar as mãos e seguir as orientações para prevenção.

Meta 6: Reduzir o Risco de Danos aos Pacientes por Lesões por Pressão e Quedas

Essa medida de segurança engloba a prevenção de lesões por pressão e quedas, com a implementação de protocolos específicos. Pacientes e familiares podem contribuir mantendo a pulseira de identificação vermelha, alertando sobre quedas, incentivando hábitos saudáveis e comunicando alterações na condição do paciente à equipe.

Ao adotar essas 6 metas internacionais, o hospital busca garantir um padrão elevado de segurança, com a participação ativa de pacientes e familiares para assegurar um cuidado eficaz e livre de complicações.

Boas Práticas para Alcançar as Metas

A gestão desempenha um papel crucial na definição de processos para mitigar os riscos de eventos adversos e aprimorar as estruturas e recursos disponíveis. Para atingir esses objetivos, a implementação da governança clínica surge como uma abordagem fundamental. 

Esse conceito fundamenta-se em um sistema voltado para a melhoria contínua dos serviços, visando elevar os padrões de atendimento e promover a excelência nos cuidados clínicos.

Uso dos dados

A coleta e análise de dados assistenciais, econômicos e de qualidade desempenham um papel central na busca por melhores práticas. Esses dados oferecem uma visão abrangente do cenário atual das instituições de saúde, permitindo a tomada de decisões informadas. 

Foco na segurança do paciente

A gestão baseada em dados não apenas aprimora a eficácia operacional, mas também subsidia a gestão de riscos, priorizando o bem-estar do paciente. Uma plataforma de governança clínica, especialmente adaptada à realidade da saúde brasileira e centrada no paciente, é essencial para gerenciar esses critérios. 

A incorporação de inteligência artificial e machine learning aprimora ainda mais a capacidade de análise, estabelecendo as bases para projeções assistenciais e econômicas precisas.

Como a Plataforma Valor Saúde Brasil ajuda a alcançar as 6 metas internacionais

Para atender aos desafios da gestão de saúde e alcançar as 6 metas internacionais de segurança do paciente, é crucial contar com uma plataforma de governança clínica que esteja intimamente alinhada à realidade da saúde brasileira, colocando o paciente no centro do cuidado. 

A Plataforma Valor Saúde Brasil não apenas atende a esses critérios, mas vai além, oferecendo soluções inovadoras que fazem a diferença.

Ao adotar inteligência artificial e machine learning, a Plataforma Valor Saúde Brasil eleva a gestão clínica a um novo patamar. Essas tecnologias não apenas aprimoram a eficiência operacional, mas também estabelecem as bases para projeções precisas, tanto assistenciais quanto econômicas. 

Isso significa que os gestores podem tomar decisões embasadas em dados que refletem o cenário real da instituição de saúde, contribuindo diretamente para o alcance das metas estabelecidas.

Além disso, a Plataforma Valor Saúde Brasil integra-se perfeitamente a medidas cruciais para a segurança do paciente, como:

  • Verificação e identificação de riscos;
  • Análise, controle e monitoramento de riscos;
  • Comunicação eficiente.

A Plataforma Valor Saúde Brasil facilita a comunicação de riscos a todas as partes interessadas, promovendo a prevenção de falhas e mantendo as pessoas informadas sobre a eficiência das ações.

O resultado dessas ações é uma melhoria significativa nos resultados, a redução do desperdício e uma entrega de valor excepcional para todos atendidos na organização de saúde. Em cada etapa desse processo, a segurança do paciente permanece como um compromisso central.

Quer saber mais? Então conheça a Plataforma Valor Saúde Brasil em detalhes.


Crédito/imagem: Gerado com IA - Da plataforma DALL·E 3

Posts Relacionados

Como reduzir o risco de reinternação em hospitais

Modelo Assistencial
23 de fevereiro de 2024
leia agora

Eficiência operacional: como conquistar no contexto da saúde

Gestão da Qualidade
15 de fevereiro de 2024
leia agora

Os impactos da metodologia DRG na dimensão financeira de instituições de saúde

Modelo Assistencial
5 de fevereiro de 2024
leia agora
QMS Certification

Creative Commons

Direitos autorais: CC BY-NC-SA
Permite o compartilhamento e a criação de obras derivadas. Proíbe a edição e o uso comercial. É obrigatória a citação do autor da obra original.


(31) 3241-6520 | grupoiagsaude@grupoiagsaude.com.br

Creative Commons

Direitos autorais: CC BY-NC-SA
Permite o compartilhamento e a criação de obras derivadas. Proíbe a edição e o uso comercial. É obrigatória a citação do autor da obra original.

Os Termos de Uso e a Política de Privacidade deste site foram atualizados em 05 de abril de 2021. Acesse:
© ‎Grupo IAG Saúde® e DRG Brasil ® - Todos os direitos são reservados.
Logo Ingage Digital