Ecossistema

Antecipando necessidades: a importância da análise de informação em saúde

DRG Brasil
Postado em 19 de maio de 2020 - Atualizado em 24 de novembro de 2021

As profissões que lidam com tecnologia e análise de dados estão em alta. Em tempos de crise na saúde, isolamento social e escassez de recursos, a codificação clínica e a análise de informações em saúde são tão benéficas quanto necessárias.

Conversamos com a presidente da SBAIS - Sociedade Brasileira de Analistas de Informação em Saúde, Dra. Paula Daibert, que nos falou sobre como capacitar-se na função e os pontos de atenção que esses profissionais devem ter em relação à Covid-19. Confira:

Valor Saúde Brasil : Olá, Dra. Paula. Afinal, o que é Análise de Informações em Saúde?

Paula Daibert: A análise de informações em saúde envolve a codificação clínica como também a gestão desses dados para que a instituição de saúde possa tomar decisões qualificadas para proporcionar qualidade assistencial aos usuários.

Um analista de informações de saúde é uma pessoa especializada que trabalha com dados de acordo com a necessidade das organizações de saúde e de seus membros. As responsabilidades do analista de informações de saúde cobrem uma série de etapas a serem executadas com eficiência. Ele/ela é responsável por se envolver em pesquisa e coleta precisas de dados médicos ou de saúde, seguidos de avaliação, análise e verificação desses dados, visando a produção de informação relevante para o público-alvo.

Valor Saúde Brasil: Existe diferença entre Análise de Informações em Saúde e codificação?

Paula Daibert: A codificação clínica é sem dúvida a etapa mais importante e singular na análise de informações em saúde, porém a carreira de um analista pode e deve ir muito além da codificação clínica. O analista é um profissional que pode estar inserido desde a codificação até a gestão dos dados clínicos de uma instituição, passando por diversas áreas como governança clínica, auditoria clínica e de contas, gestão de equipes de informação, educação continuada etc.

Valor Saúde Brasil: O que é a SBAIS?

Paula Daibert: A Sociedade Brasileira de Analistas de Informação em Saúde, fundada em 02 de abril de 2018, é uma pessoa jurídica de direito privado, aplicada na sociedade civil sem fins lucrativos, com duração indeterminada, capacidade política, patrimonial, administrativa e financeira. Os principais objetivos são a defesa dos interesses profissionais e sua representação, apoio e orientação dos profissionais buscando a valorização e o desenvolvimento da profissão, além de zelar pelo respeito, dignidade e ética profissional, buscando a possibilidade de fiscalização e exercício da profissão.

👉🏼 Acesse o site da SBAIS e veja como se tornar um associado

Valor Saúde Brasil: A SBAIS conta com instituições apoiadoras ou parceiras?

Paula Daibert: A SBAIS é uma organização independente que se mantém através da anuidade dos associados. Temos buscado cada vez mais parcerias, tanto no mercado nacional quanto internacional. Hoje, a SBAIS conta com três grandes parceiros. A Feluma, que irá lançar um curso de aperfeiçoamento em codificação ainda este ano. A Feluma é uma das maiores instituições educacionais em saúde do Brasil.

Temos também uma parceria com a AAPC, instituição norte-americana tradicional que trabalha com codificação e análise de informação em saúde, com mais de 190.000 membros e presença em várias partes do mundo. A AAPC vem em parceria com a SBAIS aplicar o primeiro exame de proficiência em codificação clínica hospitalar do Brasil. Com essas parcerias pretendemos alavancar a carreira do profissional de codificação clínica, tornando-o cada vez mais capacitado, certificado e preparado para ser absorvido pelo mercado de trabalho.

👉🏼 Veja o trabalho da AAPC, a maior organização de treinamento e certificação de codificação médica dos Estados Unidos

A SBAIS possui ainda uma parceria com a plataforma DRG Brasil na atualização e educação continuada dos profissionais para garantia da qualidade da informação.

Valor Saúde Brasil: Qual é a importância da AIS para plataformas de governança clínica como o DRG Brasil?

Paula Daibert: O dado clínico é a pedra fundamental para as análises produzidas em plataformas de governança e dados como o DRG Brasil. Sem dado de qualidade, não há análise de qualidade. Portanto, esse profissional é sem dúvida um dos mais importantes para o futuro do uso de informação em saúde.

👉🏼 Conheça o ecossistema da plataforma de governança clínica e entrega valor em saúde DRG Brasil

Valor Saúde Brasil : Quais são as maiores oportunidades para um Analista de Informação em Saúde no mercado?

Paula Daibert: Este é um mercado que vem crescendo no mundo todo, há mais de 50 anos, sem parar. Em países com tradição no uso de dados, esses profissionais sequer conseguem ser repostos da forma como o mercado gostaria. Seriam necessários muito mais profissionais realmente capacitados do que os que realmente estão disponíveis. Por isso, precisamos nos antecipar a essa realidade no Brasil e construirmos um conjunto de profissionais que estejam preparados para assumir os cargos de codificação clínica e análise de dados que serão cada vez mais necessários dentro do cenário da saúde brasileiro.

Valor Saúde Brasil: O que é a SBAIS? Como um Analista de Informação em Saúde pode se capacitar?

Paula Daibert: Temos um curso de aperfeiçoamento que será lançado ainda em 2020 em parceria com a Feluma – Fundação Educacional Lucas Machado. É um curso de imersão em codificação clínica, que contará com a possibilidade de realização de um exame de proficiência em codificação clínica chancelado pela SBAIS/AAPC. O conteúdo do curso cobre toda a base da codificação clínica, além das linhas de cuidado específicas mais importantes dentro da codificação clínica hospitalar.

Valor Saúde Brasil: Quais são os desafios da análise de informações em saúde no Brasil?

Paula Daibert: A capacitação e a certificação são os nossos maiores desafios. Por isso, os dois primeiros parceiros escolhidos pela sociedade foram exatamente um parceiro educacional e um parceiro certificador de proficiência. Assim, conseguimos preparar os profissionais para o trabalho em um mercado que demanda qualidade e necessita da qualidade dos dados clínicos.

Valor Saúde Brasil: Qual é a importância se se realizar análise de informações em saúde no período de crise na saúde e pandemia?

Paula Daibert: Todos sabemos que a saúde é cara e trabalha com recursos finitos. Sem o gerenciamento de recursos em tempos de crise, podemos realmente ter um colapso do nosso sistema de saúde. A informação em saúde consegue antecipar necessidades, gerenciar recursos, entender desperdícios, e com isso, criar um ambiente institucional sustentável. Sem a sustentabilidade do ambiente de saúde, não há espaço para cuidado. Precisamos da informação o tempo todo, em tempo real, para estarmos atentos às medidas necessárias a serem tomadas para mantermos as instituições funcionando e solventes, de forma que possamos atender os nossos pacientes de maneira segura e resolutiva. Assim, não deixaremos ninguém de fora.

Valor Saúde Brasil: Quais riscos as instituições correm se pararem de codificar suas informações?

Paula Daibert: Se pararmos de codificar, voltaremos a um cenário antigo e não muito satisfatório. No início da codificação clínica, as instituições sequer conheciam seu próprio perfil assistencial. Além disto, não conheciam onde estavam seus maiores gargalos, seus maiores desperdícios, seus maiores riscos assistenciais. Penso que parar que codificar informações é voltar no tempo. Regredir. Algo que não deveríamos nunca fazer. Precisamos seguir em frente. As informações da codificação já produziram imensos resultados. Não só resultados práticos nas instituições, como também científicos, em publicações de grande valor para a comunidade.

Valor Saúde Brasil: A Covid-19 já pode ser codificada como doença no DRG Brasil? Como?

Paula Daibert: Sim. O sistema foi rapidamente preparado para a codificação da COVID-19 seguindo as regras de codificação disponibilizadas. As Diretrizes Oficiais de Codificação – COVID-19 estão no sistema DRG Brasil. A SBAIS está fazendo lives de orientação desde o primeiro dia de lançamento das orientações e além disto, o suporte DRG Brasil e o trabalho entre a equipe médica do DRG Brasil e das instituições está sempre disponível para responder as perguntas que venham surgir.

Valor Saúde Brasil: O que você pode deixar como dicas para os Analistas de Informação em Saúde e profissionais que pretendem atuar no ramo?

Paula Daibert: Conheçam profundamente as regras de codificação da CID-10, estudem bastante as regras de sequenciamento em codificação e estejam sempre antenados às atualizações e novidades lançadas. Esteja sempre ligado. Codificação clínica é um trabalho de tecnologia, e como todo trabalho de tecnologia, precisamos estar sempre atentos a cada uma das novidades e incrementos. Conheça bem em que o seu dado será utilizado. Faça uma codificação limpa. Tente entender toda a cadeia produtiva onde o dado será utilizado. Fica muito mais prazeroso e produtivo trabalhar quando entendemos o valor daquilo que fazemos todos os dias!

~~

Paula Daibert é especialista em Medicina de Família e Comunidade, com MBA Executivo em Saúde Internacional. Mestre em Ciências da Saúde pela UFMG, a médica ocupa o cargo de Coordenadora Técnica da plataforma DRG Brasil é a atual presidente da SBAIS (Sociedade Brasileira de Analistas de Informação em Saúde).

👉🏼 Conecte-se com Paula no LinkedIn


Assista à gravação da live “DRG Brasil Convida”:

Com o tema “Análise de informação em saúde e codificação clínica: relevância, capacitação e atenção para a Covid-19”, neste programa a Dra. Tania Grillo conversou com a Dra. Paula Daibert sobre a importância da análise de informação em saúde para antecipar necessidades, como capacitar-se nesta função e os pontos de atenção que esses profissionais devem ter em relação à Covid-19.

Posts Relacionados

Nenhum post relacionado até o momento


(31) 3241-6520 | grupoiagsaude@grupoiagsaude.com.br

Creative Commons

Direitos autorais: CC BY-NC-SA
Permite o compartilhamento e a criação de obras derivadas. Proíbe a edição e o uso comercial. É obrigatória a citação do autor da obra original.

Os Termos de Uso e a Política de Privacidade deste site foram atualizados em 05 de abril de 2021. Acesse:
© ‎Grupo IAG Saúde® e DRG Brasil ® - Todos os direitos são reservados.
Logo Ingage Digital