Modelo Remuneratório

Hospital Márcio Cunha evitou um desperdício de R$2,3 milhões com apoio da plataforma Valor Saúde Brasil by DRG Brasil + Inteligência Artificial

DRG Brasil
Postado em 27 de julho de 2023 - Atualizado em 28 de setembro de 2023

Ferramenta é utilizada para melhorar a eficiência do uso do leito da linha de cuidado dos pacientes com sepse e para o aprimoramento do Protocolo de Sepse.

O Hospital Márcio Cunha, situado em Ipatinga, Minas Gerais, é referência nacional - 21º melhor hospital do Brasil e o 5º melhor de Minas Gerais -, e melhorou ainda mais seus serviços usando a plataforma Valor Saúde Brasil by DRG Brasil + Inteligência Artificial

A instituição usa a ferramenta para melhorar a eficiência do uso do leito e para aprimorar o protocolo de sepse e os resultados alcançados de de janeiro de 2019 a julho de 2022 são significativos:

  • A economia proporcionada com o uso eficiente do leito foi de R$ 2,3 milhões de reais. 
  • A taxa mortalidade dos pacientes com sepse diminuiu 26% 

Entenda como foi possível alcançar esses números no case apresentado pelo médico Alexandre Silva Pinto, gerente executivo do Hospital Márcio Cunha na Jornada Valor em Saúde Brasil 2022.

Sobre o Hospital Márcio Cunha e a Fundação São Francisco Xavier

O Hospital Márcio Cunha, fundado em 2004, faz parte da Fundação São Francisco Xavier (FSFX), uma entidade beneficente de assistência social reconhecida pelo Ministério da Previdência e Assistência Social. 

Como integrante social da Usiminas, a FSFX tem uma trajetória de crescimento, graças a sua gestão com foco na excelência e nos serviços ao beneficiário. Ao longo de mais de cinco décadas, a Fundação tem exercido sua responsabilidade social nas áreas da saúde e da educação, tornando-se uma referência regional e nacional. 

Atualmente, a FSFX mantém cinco unidades hospitalares, com vista a inaugurar outra unidade em Belo Horizonte. Também possui outros centros de atuação, incluindo:

  • Operadora de plano de saúde
  • Colégio de ensino regular
  • Colégio técnico
  • Faculdade
  • Unidade de saúde ocupacional
  • Centro de odontologia integrada

O Hospital Márcio Cunha conta com 548 leitos e oferece mais de 50 especialidades médicas. Do total de leitos, 329 são destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS), sendo o 5º hospital em número de internações pelo SUS em Minas Gerais e o 4º em número de partos pelo SUS na mesma região. 

Em 2022, registrou 24.211 internações e realizou 117.094 atendimentos no pronto-socorro apenas entre janeiro e agosto. O Hospital é uma referência macrorregional no macroleste e macronordeste mineiros, e possui certificações como ONA Nível III, DIASNIAHO, HIMSS - Estágio 7, ISO 9001/2018 e o Prêmio Mineiro da Qualidade. 

Sua excelência é reconhecida nacionalmente, sendo classificado como o 21º melhor hospital do Brasil e o 5º melhor de Minas Gerais.

Implantação da plataforma Valor Saúde Brasil by DRG Brasil + Inteligência Artificial na linha de cuidado de sepse no Hospital Márcio Cunha

A implementação da plataforma Valor Saúde by DRG Brasil + Inteligência Artificial na linha de cuidado de sepse no Hospital Márcio Cunha seguiu um processo que envolveu várias etapas.

O início foi em abril de 2015, quando o DRG de Alta foi implantado nos pacientes com sepse passaram a ser classificados de acordo com a metodologia DRG (Grupos de Diagnósticos Relacionados) e isso permitiu uma melhor compreensão dos perfis de cuidado e dos recursos necessários para o tratamento.

Em outubro de 2016, ocorreu a adoção do DRG de Admissão, auxiliando na identificação dos casos no primeiro momento.

Posteriormente, em fevereiro de 2017, ocorreu a terceira etapa, com a introdução do DRG de Custos, permitindo facilitar também a gestão de recursos para os tratamentos.

Na quarta etapa, em fevereiro de 2019, o sistema avançou para outras unidades da fundação, como o Hospital Municipal de Cubatão, de Cubatão/SP, e o Hospital Municipal Carlos Chagas, de Itabira/MG. No mesmo ano, ocorreu a implementação do DRG na Rede Credenciada Usisaúde em Santos/SP, direcionando os casos com o mesmo padrão.

Em 2020, deu-se início à sexta e última etapa: a unidade Hospital e Maternidade Vital Brazil, situada em Timóteo/MG, passou a usar o DRG de Alta/Admissão. Desde então, as instituições vêm reportando resultados positivos.

Atuação da equipe do DRG 

A equipe do DRG do Hospital Márcio Cunha é integrada à Gerência de Enfermagem e conta com 12 enfermeiros, sendo um supervisor e 11 codificadores. 

Cada codificador é responsável por uma especialidade, garantindo uma entrega eficiente dos resultados e relatórios. Esses relatórios são encaminhados para gestores, coordenadores e representantes das clínicas, fornecendo informações relevantes para a tomada de decisões. 

Além disso, a equipe do DRG participa de reuniões com as áreas de Interface e Corpo Clínico, promovendo a integração e o alinhamento de práticas e possui um relacionamento próximo com o Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) e com Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH).

Protocolo de Sepse 

O Protocolo de Sepse, implementado em 2012, atualmente, é bastante solidificado na instituição. Para se ter uma ideia:

  • Existem lembretes dos critérios de acionamento do protocolo de sepse nos computadores das áreas assistenciais da instituição
  • São realizados treinamentos sobre o protocolo nas unidades assistenciais e videoaulas sobre o protocolo de sepse são disponibilizadas para a equipe assistencial
  • Desde 2017, a inteligência artificial do robô Laura é utilizada para sinalização de possíveis critérios de sepse
  • Os protocolos e evoluções são estruturados no sistema
  • Existem painéis nas unidades com indicação dos pacientes inseridos no protocolo

O Hospital Márcio Cunha mensura, com vários indicadores, a adesão ao protocolo de sepse e a eficácia das ações. Mensalmente, o progresso é divulgado em reuniões de controle que contam com a participação de líderes e de membros da equipe multidisciplinar.

Os dados gerados pela plataforma Valor Saúde Brasil by DRG Brasil + Inteligência Artificial também são usados para guiar as ações de melhoria que serão implantadas e para mensurar os resultados já alcançados.

Resultados alcançados

Após a implementação do protocolo, houve uma queda de 26% na taxa de mortalidade entre janeiro de 2019 e julho de 2022, o que mostra a eficácia das intervenções realizadas. 

No mesmo período, devido a uma melhor eficiência do uso do leito, foi possível evitar o desperdício de R$ 2.357.248,00. A economia possibilitou investimentos em outras áreas que necessitavam de melhorias.

Assim como o Hospital Márcio Cunha, hospitais de todo o Brasil estão alcançando resultados positivos com o apoio da plataforma Valor Saúde Brasil powered by DRG Brasil + Inteligência Artificial. Confira o depoimento de alguns deles:

Se você quiser saber mais sobre a ferramenta, fale com um dos nossos especialistas!


Crédito da Imagem Destacada
PeopleImages by iStock

Posts Relacionados

Hospital Evangélico de Vila Velha estrutura modelo remuneratório inovador e aumenta eficiência usando o DRG Brasil

Modelo Remuneratório
17 de janeiro de 2024
leia agora

Orçamento Global em Saúde: conheça esse modelo remuneratório

Modelo Remuneratório
26 de dezembro de 2023
leia agora

Atendimento ao paciente: como melhorar em hospitais?

Modelo Assistencial
12 de dezembro de 2023
leia agora
QMS Certification

Creative Commons

Direitos autorais: CC BY-NC-SA
Permite o compartilhamento e a criação de obras derivadas. Proíbe a edição e o uso comercial. É obrigatória a citação do autor da obra original.


(31) 3241-6520 | grupoiagsaude@grupoiagsaude.com.br

Creative Commons

Direitos autorais: CC BY-NC-SA
Permite o compartilhamento e a criação de obras derivadas. Proíbe a edição e o uso comercial. É obrigatória a citação do autor da obra original.

Os Termos de Uso e a Política de Privacidade deste site foram atualizados em 05 de abril de 2021. Acesse:
© ‎Grupo IAG Saúde® e DRG Brasil ® - Todos os direitos são reservados.
Logo Ingage Digital