Modelo Remuneratório

TCU: Ministério da Saúde não avalia eficiência de recursos repassados aos hospitais

DRG Brasil
Postado em 20 de outubro de 2021

Acompanhamento do Tribunal mostrou que o Ministério da Saúde não realiza monitoramento sistemático e avaliação de desempenho dos hospitais financiados pelo SUS, apesar de estar em andamento a implementação de um modelo

Por: Secom TCU (Tribunal de Contas da União)
Publicado em: 15 out. 2021

RESUMO:

  • O TCU acompanhou as atividades do Ministério da Saúde de monitoramento e avaliação do desempenho da atenção especializada, com ênfase em unidades hospitalares, no âmbito do Sistema Único de Saúde.
  • A auditoria constatou que não há, por parte do MS, um monitoramento sistemático dos hospitais financiados pelo SUS nos moldes do exigido por meio de portaria. Mas o ministério está implementando estudos para que o modelo de financiamento das ações de saúde no SUS ocorra com base em Grupos de Diagnósticos Relacionados (DRG). Por esse modelo, a referência principal de financiamento seria não mais o procedimento a ser realizado, mas sim o diagnóstico do paciente.

O Tribunal de Contas da União (TCU) acompanhou as atividades do Ministério da Saúde (MS) de monitoramento e avaliação do desempenho da atenção especializada, com ênfase em unidades hospitalares, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

Os hospitais que prestam serviços assistenciais ao SUS, independentemente de sua natureza jurídica, esfera administrativa, esfera de gestão pública ou privada, devem formalizar sua relação com o SUS por meio de contrato assinado com um gestor público.

A Portaria GM/MS 3.410/2013 estabelece que cabe ao Ministério da Saúde “acompanhar, monitorar e avaliar as metas e os compromissos da contratualização e realizar auditorias, quando necessário”.

Apesar disso, a auditoria constatou que não há, por parte do MS, monitoramento sistemático que se assemelhe ao estabelecido na Portaria. Apesar de serem milhares de unidades de saúde prestadoras de serviços, o Tribunal avalia que seria possível ao Ministério da Saúde exercer um controle gerencial por meio de monitoramento de variáveis agregadas, o que não vem acontecendo.

O MS está, no entanto, implementando estudos para que o modelo de financiamento das ações de saúde no SUS ocorra com base em Grupos de Diagnósticos Relacionados (DRG), um modelo em que a referência principal de financiamento seria não mais o procedimento a ser realizado, mas sim o diagnóstico do paciente. Isso porque o modelo de financiamento atual está centrado na produção de serviços, com incentivos econômicos para procedimentos de alto valor, em detrimento daqueles cujo valor pago não é tão elevado e consequente desequilíbrio no sistema.

Dessa forma, o consumo dos recursos assistenciais dependerá do quadro completo de saúde de cada indivíduo e a remuneração poderá ser mais justa para o prestador de serviços. A implantação desse modelo será acompanhada pelo Tribunal.

O TCU fez recomendações para a melhoria dos processos.

A unidade técnica do TCU responsável pela fiscalização foi a Secretaria de Controle Externo da Saúde. O relator do processo é o ministro Benjamin Zymler.


Serviço:

Créditos/Referências:

Posts Relacionados

Como o pagamento baseado no valor em saúde estimula a economia compartilhada

Modelo Remuneratório
18 de novembro de 2021
leia agora

Remuneração de médicos, equipes de saúde e hospitais baseada em valor é o tema de lançamento da Jornada Valor em Saúde Brasil 2021

Modelo Remuneratório
29 de outubro de 2021
leia agora

Como fazer a mudança do modelo remuneratório de forma eficiente para atender a RN 452 da ANS?

Modelo Remuneratório
27 de outubro de 2021
leia agora

(31) 3241-6520 | grupoiagsaude@grupoiagsaude.com.br

Creative Commons

Direitos autorais: CC BY-NC-SA
Permite o compartilhamento e a criação de obras derivadas. Proíbe a edição e o uso comercial. É obrigatória a citação do autor da obra original.

Os Termos de Uso e a Política de Privacidade deste site foram atualizados em 05 de abril de 2021. Acesse:
© ‎Grupo IAG Saúde® e DRG Brasil ® - Todos os direitos são reservados.
Logo Ingage Digital