Modelo Assistencial

Experiência do paciente: como entregar valor em saúde?

DRG Brasil
Postado em 12 de agosto de 2020 - Atualizado em 5 de outubro de 2020

Quando falamos de valor em saúde, devemos pensar na qualidade da assistência dividida pelo custo. Essa fórmula implica que o conceito também está diretamente relacionado à experiência do paciente.

Em outras palavras, quanto melhor for a jornada clínica do indivíduo, maior será a entrega do valor em saúde e menores serão os desperdícios. Como alcançar esse objetivo? É preciso pensar na melhoria da experiência do paciente.

Por isso, neste conteúdo vamos tratar desse assunto e mostrar como a plataforma DRG Brasil contribui para a entrega do valor em saúde. Acompanhe!

O que é a experiência do paciente?

O termo experiência do paciente abrange todas as interações de um indivíduo com o sistema de saúde. Por isso, estão incluídos os relacionamentos com planos de saúde, médicos, enfermeiros, consultórios clínicos e outros.

Como você pode observar, o conceito faz parte da qualidade dos cuidados na saúde. Por isso, mais do que realizar o tratamento, é preciso ir além e garantir a adoção das melhores práticas da ciência médica.

A partir dessa ideia, podemos diferenciar a experiência da satisfação do paciente. A primeira prevê a garantia de que todos os cuidados em saúde foram realmente executados. A segunda, por sua vez, tem a ver com as expectativas do indivíduo.

Os pilares da experiência do paciente

A cooperação entre todos os envolvidos no atendimento é fundamental para entregar valor em saúde. O ideal é trabalhar toda a jornada clínica do paciente para aumentar a satisfação e melhorar a experiência em todos os pontos de contato.

Para chegar a esse propósito, é necessário embasar as ações em quatro práticas:

  • engajamento dos pacientes e suas famílias a partir de abordagens proativas e de envolvimento. O objetivo é aumentar a saúde e o bem-estar de todos;
  • otimização da experiência de diagnóstico, por meio de tecnologias inteligentes e redução do tempo de espera;
  • entrega de resultados que realmente importam ao paciente, a fim de ter menos complicações, recuperação mais rápida e efeitos positivos de longo prazo;
  • estímulo à lealdade do paciente, para que ele e sua família acessem os dados do tratamento e deem continuidade ao processo já iniciado;
  • segurança, a fim de que o tratamento seja o melhor possível e embasado na melhor ciência disponível.

Perceba que esse conceito tem relação com os 4 alvos assistenciais que aumentam a qualidade e eliminam os desperdícios do sistema de saúde. Lembre-se de que os alvos assistenciais são:

  • uso eficiente do leito hospitalar;
  • aumento da segurança assistencial;
  • redução de internações evitáveis;
  • diminuição de readmissões preveníveis.

Assim, com o engajamento do paciente, a segurança assistencial é melhorada e há diminuição das internações evitáveis e readmissões preveníveis, já que todos estão engajados no propósito da saúde. Ao otimizar a experiência de diagnóstico, por sua vez, é alcançado um maior envolvimento do indivíduo atendido e sua família, com as consequências positivas já citadas.

Da mesma forma, os outros fatores ajudam em um relacionamento mais transparente e engajado, o que contribui para a implantação dos alvos assistenciais. Essa é a resposta para ter eficiência na gestão hospitalar.

Como a plataforma DRG Brasil funciona?

Com o objetivo de centralizar os cuidados no paciente, a plataforma DRG Brasil foca na gestão de saúde baseada em valor. Orientada para a governança clínica, o sistema transforma dados assistenciais e econômicos em informações para melhorar a qualidade assistencial e evitar desperdícios.

Para colocar esses propósitos em prática, a plataforma foi desenvolvida para ser 100% compatível com o sistema de saúde brasileiro. Assim, é implementado um sistema de classificação de pacientes hospitalizados, que leva em consideração o perfil epidemiológico brasileiro.

A partir do nível de complexidade e criticidade do paciente, é feita uma categorização dos indivíduos para comparar os resultados e fazer previsões para o futuro. Entre as variáveis consideradas estão:

  • características de saúde do paciente, como sexo e idade, assim como peso e comprimento, no caso de recém-nascidos;
  • comorbidades, ou seja, outras doenças e condições pré-existentes;
  • condição clínica que motivou a internação;
  • procedimentos cirúrgicos e invasivos;
  • uso e tempo de utilização da ventilação mecânica;
  • tipo de alta.

Com esse foco, a plataforma DRG Brasil promove:

  • redução dos desperdícios do sistema de saúde;
  • sustentabilidade econômica e do sistema de saúde;
  • melhoria do desempenho da organização;
  • adoção do modelo remuneratório baseado em valor, que alia resultados assistenciais e eficiência;
  • foco na segurança do paciente;
  • avaliação da qualidade do serviço prestado;
  • controle da sinistralidade;
  • predição de recursos e resultados;
  • uso eficiente do leito hospitalar.

Como o DRG Brasil melhora a experiência do paciente?

A plataforma DRG Brasil oferece uma metodologia que transforma o sistema de saúde e fornece informações sólidas para garantir a tomada de decisão acertada. A proposta é melhorar o modelo assistencial e remuneratório, ao mesmo tempo que evita os desperdícios.

Assim, existe um triplo objetivo a ser conquistado. Eles são centrados no paciente e garantem informações de saúde de alta qualidade com referenciais nacionais. Veja:

  • melhorar a experiência do paciente;
  • aumentar a qualidade assistencial;
  • reduzir o desperdício.

Isso é alcançado porque a plataforma DRG Brasil mede e compara a entrega de valor de hospitais e médicos considerando as características de saúde do paciente, bem como sua complexidade e criticidade clínicas. Os parâmetros usados são referenciais nacionais. 

Ao mesmo tempo, é implementada a gestão de risco 4P, que também traz impactos à segurança do paciente:

  • preditiva: para sinalizar o risco genético às doenças;
  • preventiva: para evitar doenças;
  • personalizada: porque cada paciente é único;
  • participativa: pois precisa haver a participação entre médico e paciente nas decisões tomadas.

A partir da metodologia DRG Brasil, o cuidado está centrado no paciente e na sua experiência. Sua família é integrada, assim como toda a equipe multidisciplinar. Assim, há melhoria da segurança assistencial, com menores chances de complicações de saúde.

Como o DRG Brasil entrega valor em saúde?

Considerando a experiência do paciente, o grande diferencial da plataforma DRG Brasil é aplicar práticas de governança clínica, que mudam a forma como o valor é entregue aos usuários do sistema de saúde.

Como consequência, também há melhoria nos resultados assistenciais, com diminuição dos desperdícios. Para este propósito, o paciente está no centro de todas as atenções. Ao redor dele, estão médicos, hospitais e operadoras do sistema de saúde.

Para gerenciar todos os pontos de contato, a inteligência artificial do DRG Brasil faz predições assistenciais a partir dos dados coletados. Ao mesmo tempo, o Grouper DRG Brasil® realiza a previsão de custos que considera a complexidade e as criticidades clínicas do paciente.

Os dados combinados levam a um resultado e o paciente é alocado em uma categoria de DRG. Além disso, são dimensionados os recursos necessários ao tratamento dos pacientes, como diárias hospitalares, materiais, medicamentos e exames. Isso acontece ao passo que a Inteligência Artificial DRG Brasil define resultados assistenciais esperados e realiza a gestão de riscos 4P.

A partir de todas essas informações, é possível tomar decisões corretas, que melhoram a experiência dos pacientes de acordo com a complexidade de cada um e geram uma entrega de valor em saúde.

Achou interessante como a plataforma DRG Brasil funciona e os benefícios gerados? Entre em contato para saber mais sobre nossa metodologia e como ela pode ajudar a alavancar o seu sistema de saúde.

Posts Relacionados

Nenhum post relacionado até o momento


(31) 3241-6520 | grupoiagsaude@grupoiagsaude.com.br

Creative Commons

Direitos autorais: CC BY-NC-SA
Permite o compartilhamento e a criação de obras derivadas. Proíbe a edição e o uso comercial. É obrigatória a citação do autor da obra original.

Os Termos de Uso e a Política de Privacidade deste site foram atualizados em 05 de abril de 2021. Acesse:
© ‎Grupo IAG Saúde® e DRG Brasil ® - Todos os direitos são reservados.
Logo Ingage Digital